Lot Number
177
language

1947 HRG Aerodynamic by Fox & Nicholl

Sold For €165,600

Inclusive of applicable buyer's fee.

RM | Sotheby's - THE SÁRAGGA COLLECTION 21 SEPTEMBER 2019


Chassis No.
L/W98

Documents: Portuguese Certificado de Matrícula

  • A fine example of HRG’s innovative Aerodynamic model
  • Documented period Portuguese competition history with class wins
  • Highly eligible for historic racing and rallies

HRG was born of the joint desire of three engineers to produce a car that went against the pre-war trend of heavier and more powerful sports cars, something that could compete internationally on circuits, rallies, and trials. The main engineering force behind HRG was Ron Godfrey, who was Archie Frazer-Nash’s business partner at GN, so it was hardly surprising that the HRG followed this philosophy. The HRG used a low chassis under-slung at the rear, alloy parts to keep weight down, and a Meadows 1.5-litre engine (later changed for a Singer engine). Unlike Frazer-Nash, the HRG utilized a conventional gearbox and differential, preferable for tougher venues such as Brooklands and Le Mans, where it achieved class wins.

The prototype Aerodynamic was fitted with a body built by highly regarded competition coachbuilders Fox & Nicholl. With development curtailed by WWII, production truly started in 1946, with HRG eventually delivering 45 cars. It was aimed at ‘gentleman drivers’ seeking to compete at major events whilst occasionally using their cars in more sedate situations.

One such gentleman was Simon Knudsen Hansen, a 27-year-old ship chandler of Norwegian descent who imported L/W98 to Lisbon. Hansen set about competing in events throughout Portugal, particularly the 1948, 1949, and 1950 editions of Rallye Internacional a Lisboa, his best result being 5th overall and a class win in 1949. Further class victories were achieved at the 1949 Rali Nacional de Miramar, 1949 Rali de Viseu, and 1949 Quilómetro de Arranque de Esposende. Competing through 1951, Knudsen replaced the original 1.5-litre engine for a 2.5-litre Lea Francis engine. This more powerful engine helped the HRG to a class victory and an 8th overall finish at the Falperra International Hill Climb, near Braga. The car’s final event was a hill climb at Gradil in 1951, where it finished 5th in Class.

In 1989, the HRG was discovered by João Mendes de Almeida, who embarked on a full rebuild including sourcing a correct 1,500 cc engine. The quality of this restoration is such that after thirty years this HRG still presents very well, mainly requiring its next enthusiastic custodian to enjoy it on the open road. Highly eligible and a significant piece of Portuguese competition history, it is not known whether this rare HRG had left Portugal since 1947, which presents a wonderful opportunity for Portuguese and other collectors alike.

  • Um excelente exemplar do inovador Aerodynamic da HRG
  • História de competição em Portugal bem documentada, com algumas vitórias à classe
  • Elegível tanto para provas de circuito históricas como para ralis
  • A HRG surgiu do desejo comum de três engenheiros para produzir um automóvel que pudesse ser utilizado em provas internacionais de circuito, rali ou trials. E, ao mesmo tempo, contrariasse a tendência, no período antes da II Guerra Mundial, de que os desportivos deveriam ser cada vez mais pesados e potentes. A principal figura, em termos técnicos, na HRG era Ron Godfrey, sócio de Archie Frazer-Nash na GN, onde já era seguida esta filosofia. O HRG utilizava um chassis rebaixado, cuja estrutura ficava abaixo do eixo das rodas traseiras, várias peças em alumínio, para manter baixo o peso e um motor Meadows de 1,5 litros (mais tarde substituído por um motor Singer). Ao contrário dos Frazer-Nash, o HRG utilizava uma caixa de velocidades e um diferencial convencionais, com vantagens nas provas mais exigentes, como Brooklands ou Le Mans, onde alcançaria vitórias na sua classe.

    O protótipo Aerodynamic recebeu uma carroçaria feita pelo respeitado especialista Fox & Nicholl, com vasta experiência em esculpir carros de corrida. O desenvolvimento do modelo foi interrompido pela II Guerra, pelo que a produção começou apenas em 1946, com a HRG a produzir 45 unidades. Estava destinado a gentlemen drivers, sobretudo entusiastas amadores, que almejavam competir em algumas das provas mais importantes, sem abdicar de uma utilização ocasional menos exigente.

    Um destes cavalheiros era Simon Knudsen Hansen — comerciante dedicado ao fornecimento de equipamento para navios, de origem norueguesa e com 27 anos — que importou o HRG L/W98 para Lisboa. Hansen competiu em diversas provas portuguesas, incluíndo três edições do Rali Internacional a Lisboa, entre 1948 e 1950, sendo que o seu melhor resultado foi um 5º. lugar à geral e a vitória na classe, em 1949. Outros triunfos à classe foram alcançados nesse ano, no Rali Nacional de Miramar, no Rali de Viseu e no Quilómetro de Arranque de Esposende. Continuando a competir em 1951, Knudsen substituiu o motor original de 1,5 litros por outro da Lea-Francis, com 2,5 litros. O motor mais potente ajudou o HRG a obter mais uma vitória à classe (e o 8º. lugar à geral) na Rampa Internacional da Falperra, perto de Braga. O seu último evento foi a Rampa do Gradil de 1951, onde terminou em 5º. lugar da classe.

    Em 1989, o HRG foi descoberto por João Mendes de Almeida, que iniciou um restauro total, incluindo encontrar um motor correto de 1,5 litros. A qualidade deste trabalho de recuperação foi tal que, 30 anos depois, este HRG ainda se apresenta em esplêndida forma, exigindo apenas ao seu próximo guardião que o conduza numa boa estrada. Altamente qualificado para participar nos melhores eventos e sendo um importante artefacto da história do automobilismo português, desconhece-se se este raro HRG saiu de Portugal desde 1947. Constitui uma excelente oportunidade para entusiastas portugueses e colecionadores de todo o mundo.



    Suggested lots

    24 October 2019

    London

    Olympia London, London, United Kingdom

    RM | SOTHEBY'S

    30 November 2019

    Abu Dhabi

    Yas Marina Circuit, Yas Island, Abu Dhabi, United Arab Emirates

    RM | SOTHEBY'S